Total de visualizações de página

domingo, 29 de abril de 2012

O Positivismo na sociedade


A Sociologia é a ciência da sociedade. Surgiu no século XVIII, século marcado por profundas transformações decorridas da Revolução Industrial, sendo essa responsável por um profundo impacto no processo produtivo em nível econômico e social. Sendo a sociedade o foco da sociologia, essa revolução foi responsável pelo rompimento dos vínculos sanguíneos e maternos até então vigentes, substituindo-os pelas necessidades e valores de mercado. É nesse momento conturbado da sociedade em que surge o Positivismo, linha teórica da sociologia, criada pelo francês Auguste Comte. Para Comte, a sociedade funciona como um mecanismo de engrenagens, em que cada indivíduo ocupa um lugar específico, sendo o seu papel vital para o funcionamento da sociedade, e quando um se desvirtua de seu papel social, acaba causando desordem e caos, pois a sociedade se organiza por regras imutáveis semelhantes as regras que regem seus corpos no universo. De acordo com sua  teoria, a miséria e outros problemas sociais são vistos como uma patologia que deve ser tratada com o objetivo de “curar” a sociedade e livrá-la desses cânceres.

No Brasil, o Positivismo desempenhou um papel fundamental na formação dos ideais republicanos e militares, pois com o intuito de manter a ordem na sociedade, mantendo assim os indivíduos em seus respectivos lugares, e o progresso do país, as idéias positivistas foram adotadas pelos militares durante o regime militar após a proclamação da República, sendo o exemplo mais evidente a frase de nossa bandeira, “Ordem e Progresso”. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário